Tabela Periódica dos espetros de emissão

Consulte os espetros de emissão dos elementos químicos da tabela periódica, faça também o download da nossa tabela periódica.

Planetário portátil digital

O planetário portátil do Planetário do Porto – CCV viaja a bordo da Astroteca sobre Rodas por todo o país.

Vida: uma História Cósmica

Neste filme imersivo 360°, somos transportados numa viagem através dos tempos. Como começou a vida na Terra? Esta questão desafiante constitui a base deste filme para planetário.

O espantoso telescópio

Filme imersivo 360°, onde dois estudantes, enquanto participam numa sessão de observação de céu noturno, aprendem como o telescópio contribuiu para compreendermos o lugar que ocupamos no espaço e de que forma os telescópios continuam a expandir o nosso conhecimento acerca do Universo

Vítor à descoberta do Sistema Solar

Neste filme imersivo 360° para planetário, Vítor e os visitantes do planetário fazem uma viagem à descoberta do Sistema Solar: ficam a conhecer melhor o nosso Sol, exploram todos os planetas principais, e ainda encontram os planetas anões e restantes corpos de pequena dimensão como cometas e asteroides.

Cúpula: sala de projeção imersiva

Na cúpula do planetário, para além das sessões clássicas de Astronomia, também passa conteúdos de outros domínios (desde que devidamente adaptados à projeção fulldome) como Biologia, Geologia, Artes, etc. Serve também muitas vezes de palco de acolhimento de espetáculos artísticos tais como concertos, peças de vídeos dança e teatro imersivo.

Astroteca sobre Rodas

O Planetário do Porto tem uma carrinha equipada que pode pode levar a astronomia a todo o país.

Sistema Solar à Escala

E se o Sol fosse do tamanho da cúpula do Planetário do Porto? Qual seria o tamanho dos principais astros do Sistema Solar?

Auditório

Uma das ferramentas mais utilizadas pelos nossos visitantes é o nosso auditório.

Telescópios

O Planetário do Porto dispõe de dois telescópios óticos e um digital. Estes instrumentos são normalmente utilizados no Planetário do Porto, na atividade regular "Mais perto das Estrelas" e fora de portas, em efemérides astronómicas e outros eventos e em escolas.

Kits pedagógicos de ótica

As experiências de ótica no Planetário do Porto são das mais procuradas pelos professores, o recurso a estas ferramentas são essenciais para uma boa compreensão dos fenómenos da ótica.

Espetroscópio

Para a observação adequada de espectros os nossos visitantes podem usar estes espetrógrafos.

Esquema Estações do Ano

Nem sempre é fácil perceber porque temos estações do ano. No entanto, no Planetário do Porto construimos alguns esquemas que nos ajudam à sua percepção.

Projetor optomecânico Zeiss

O primeiro projetor do Planetário do Porto – Centro Ciência Viva pode ser visitado nas nossas instalações, uma peça museológica que nos leva a viajar aos períodos analógicos das projeções imersivas.

Espetroscópio de mão

Enquanto observamos o sol com os nossos telescópios apropriados podemos também observar o espectro de absorção da radiação solar.

Telescópios Solares

O Planetário do Porto dispõe de dois telescópios solares. Estes instrumentos são normalmente utilizados em atividades laboratoriais para grupos escolares.

Nós Estamos Aqui: Pálido Ponto Azul

Curta metragem imersiva 360° de animação, com o ponto de vista arrebatador de Carl Sagan. A partir do seu livro «O Ponto Azul-Claro: Uma Visão do Futuro do Homem no Espaço» ele confronta os nossos conflitos com a nossa insignificância na imensidão do espaço.

O Fantasma do Universo

Neste filme imersivo 360°, iremos explorar a emocionante história da descoberta da matéria escura, desde os primeiros indícios observados por Fritz Zwicky até à sua confirmação feita por Vera Rubin quando observou a velocidade orbital das estrelas na galáxia de Andrómeda

Mapas para Observação do Céu

Mapa para observação do céu nocturno sem recurso a aplicações digitais que facilmente diminuem a nossa capacidade visual no escuro.

Construir um Sistema Solar à Escala

Será possível construir um modelo do Sistema Solar à escala, respeitando os tamanhos dos astros e as respetivas distâncias entre as suas órbitas?

Há Formas no Espaço

Filme imersivo 360° de animação, produzido por e para o Planetário do Porto – CCV a pensar nos mais novos, onde iremos aprender a conhecer os astros do nosso Universo e as suas respetivas formas.

Trilho do Sistema Solar à escala em Paredes de Coura

Modelo à escala 1 : 831 000 000 nas distâncias e nas dimensões dos principais astros do Sistema Solar.

O Despertar da Era Espacial

Neste filme imersivo 360° é feita uma reconstituição histórica dos primeiros passos da humanidade no Espaço. Quem foram os homens e mulheres que desafiaram a morte nestas perigosas aventuras?

Jogo do Sistema Solar

Muito mais que um módulo interativo de gamificação! Este jogo, que parte do tradicional conceito de um jogo da glória, permite, através do lançamento de um dado gigante, andar por todo o Sistema Solar. Localizado no átrio do edifício, está sempre preparado para o receber.

Vítor e Sofia vão à Lua

Neste filme imersivo 360°, Vítor e a Sofia vão com o pai a um parque, para ver um Eclipse Total do Sol. Depois do Eclipse, os três decidiram dormir uma sesta à sombra de uma árvore, até que a Sofia acorda o Vítor, para juntos partirem numa fascinante aventura até à Lua.

O Sol, a nossa Estrela

Neste filme imersivo 360°, descubra os segredos de nossa estrela. O Sol iluminou a Terra nos últimos 4600 milhões de anos e o seu calor, que hoje nos aquece, foi igualmente sentido por todos os seres humanos que alguma vez viveram.

Podcast: Últimas Notícias do Cosmos

As novidades da astronomia e da astrofísica: uma seleção feita pelo Planetário do Porto - Centro Ciência Viva, com a colaboração do IA – Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço.

Podcast: Conversas Astronómicas

O que sabemos hoje do Universo? Quais os principais temas que orientam a investigação atual em astronomia, astrofísica e cosmologia? O que foram, o que são e o que serão os programas espaciais? Temas debatidos e elucidados por investigadores, sob a égide do Planetário do Porto e do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço.

Relógio de Sol equatorial

Faça você mesmo um relógio de Sol equatorial a partir de um modelo numa folha de papel (ou, preferencialmente, cartolina) A4.

Recursos online

Aqui pode encontrar diversos recursos online gratuitos sobre vários temas de ciência.

Meteoritos: rochas extraterrestres

Neste módulo expositivo fique a conhecer mais sobre os pequenos astros do Sistema Solar e tenha o privilégio de tocar em alguns deles. Mesmo sem necessitar de uma nave espacial pode tocar na Lua, Mercúrio, Marte ou no asteroide Vesta: eles chegam até nós sob a forma de “pedras” que caem do espaço!

CHEOPS: Olá Universo!

Nesta curta metragem imersiva 360°, somos guiados pelo novo telescópio espacial CHEOPS, que nos conta a história da deteção dos exoplanetas – planetas que orbitam à volta de outras estrelas.

Música das Estrelas App

Uma aplicação web que tem como objetivo dar a conhecer ao público em geral, e aos alunos, em particular, alguns dos conceitos que servem de base ao estudo da astrofísica estelar. Entre estes, encontra-se o conceito da estrela enquanto instrumento musical.

Órbitas: módulo interativo

Módulo interativo sobre órbitas e buracos negros.

COSMOS: Uma Odisseia Ilustrada

13 ilustrações algo inspiradas nos episódios da nova série COSMOS (2014). Em simultâneo com a exibição da segunda série de COSMOS, intitulada «Cosmos: uma Odisseia no Espaço», apresentada por Neil deGrasse Tyson, foram convidados 13 ilustradores nacionais para criarem uma ilustração inspirada em cada um dos 13 episódios da série.

COSMOS: Uma Nova Odisseia Ilustrada

13 narrativas gráficas de 13 ilustradores, algo inspiradas pelos 13 episódios da terceira série COSMOS (2020). À semelhança da experiência conduzida com a segunda série, apresentada por Neil deGrasse Tyson, para a terceira série, foi lançado o desafio a 13 ilustradores nacionais para criarem uma narrativa gráfica inspirada num dos 13 episódios da série.

Da Terra aos Confins do Universo – exposição itinerante

Exposição onde 26 imagens devidamente comentadas dão um retrato bastante preciso da escala do Universo, da Terra ao céu mais profundo.

Telescópio Espacial Hubble

Um módulo expositivo, onde um fragmento de um painel fotovoltaico que já esteve no espaço, fazendo parte do Telescópio Espacial Hubble, regressou à Terra e aterrou no Planetário do Porto para contextualizar toda a missão e importância deste telescópio.

O Céu d’Os Lusíadas

Filme imersivo 360°, produzido pelo Planetário do Porto – CCV, junta Astronomia e Literatura. Recorrendo a trechos d’Os Lusíadas, declamados pelo "próprio Camões", os visitantes acompanham a epopeia de Vasco da Gama, as inúmeras referências astronómicas presentes na obra e ainda as efemérides que terão marcado a vida do autor.

Mais Perto das Estrelas

Mais perto das Estrelas é uma atividade de observação astronómica, nas noites da 2ª quinta-feira de cada mês, no Planetário do Porto – Centro Ciência Viva.

Porque é que mudamos a hora?

No último domingo de outubro a União Europeia atrasa os relógios uma hora. Assim, em Portugal Continental e na Madeira, às 02:00 os relógios atrasam para a 01:00, enquanto nos Açores, à 01:00 volta a ser meia-noite. Mas porque é que a hora muda?

Mãos à obra: A diferença entre peso e massa

Peso e massa são a mesma coisa? Descobre as duas diferenças e aprende a construir a tua própria "balança espacial"!

Mãos à obra: Espectroscópio

Os espectros são a impressão digital dos elementos. O espectro visível do Sol aparece no céu de forma natural, sob a forma do arco-íris, quando a luz atravessa as gotas de chuva. Então, será que há alguma maneira simples de fazer um instrumento, que nos permita ver o espectro da luz?

Espectro Solar

Este grande painel, instalado no corredor do Planetário do Porto – CCV, mostra o espectro da nossa estrela de duas formas: o gráfico acima representa a intensidade da luz recebida em função do comprimento de onda, enquanto a faixa "arco-íris" abaixo mostra os comprimentos de onda (ou cor) que os nossos olhos conseguem ver.

Mãos à obra: JWST

O Telescópio Espacial James Webb (James Webb Space Telescope – JWST) é o maior observatório espacial da atualidade. Ele vai observar o Universo em radiação eletromagnética da região do infravermelho, radiação que os nossos olhos não são capazes de detetar. Constrói o teu próprio JWST à medida que o vais descobrindo!

Mãos à obra: Pôr do Sol em Marte

Porque o nascer do sol em Marte é azul?! A atmosfera de Marte apesar de muito ténue tem muitas pequenas partículas em suspensão. Pela sua dimensão estas partículas espalham mais eficazmente a luz vermelha e amarela e são menos eficientes no azul. Assim, ao contrário da Terra, o céu marciano é laranja e o sol tem uma tonalidade azulada.

Mãos à obra: À Caça dos Micrometeoritos

Os micrometeoritos são pequenas partículas que vieram do espaço. Durante a sua entrada na atmosfera da Terra aqueceram muito e fundiram-se. Em média, em cada metro quadrado cai 1 micrometeorito por ano. Por causa da tensão superficial e a sua dimensão adquiriram uma forma esferoide.

Somos os Guardiões

Neste filme imersivo 360°, junta-te a nós – os guardiões da Terra – e vem aprender como os satélites nos podem ajudar a salvar o planeta.

Mãos à obra: Latitude e Longitude!

O dia do solstício de verão traz consigo uma grande oportunidade para executar uma atividade científica. Nesse dia, o Sol atingirá a sua altura máxima quando passar pelo meridiano. A atividade que se propõe permite determinar a latitude de um local medindo a sombra de uma vara colocada ao Sol, quando este está no seu ponto mais alto, ou seja, a sombra terá o menor comprimento, e, combinando com esta informação a hora em que o fenómeno ocorre, é i

Newsletters

Consideramos que newsletter é uma forma eficaz de comunicação regular, mantendo as pessoas informadas e promovendo uma aproximação, compartilhando conhecimento, inspiração e entusiasmo pelo Universo que nos rodeia. O Planetário do Porto – CCV ao compartilhar as suas atividades regulares, novidades na área da astronomia, eventos astronómicos e curiosidades do nosso Universo, promove o interesse e a curiosidade.

Da Terra aos Confins do Universo

Exposição patente nas instalações do Planetário do Porto, onde 24 imagens científicas devidamente comentadas dão um retrato bastante impressionante da escala do Universo – da Terra ao Universo mais profundo.

Viver num planeta ameno

Propomos a realização de uma experiência que ilustra os vários fatores que influenciam a temperatura de um planeta, nomeadamente: quantidade total de energia recebida, capacidade de absorver esta energia e o efeito estufa.

Uma Aventura no Sistema Solar

Neste filme imersivo 360°, tal como passageiros numa nave espacial, viajaremos enormes distâncias em apenas alguns minutos, numa exploração dos princípais destinos do nosso Sistema Solar.

Luzes na Escuridão

Neste filme imersivo 360°, constatámos o impacto da iluminação pública nas nossas vidas e como está afetar a qualidade do nosso céu noturno?