Projetor Optomecânico

 


 

Desde a sua inauguração, a 24 de Novembro de 1998, e até 30 de junho de 2014, o Planetário do Porto - Centro Ciência Viva teve como peça central o projetor optomecânico Zeiss Spacemaster RFP DP3. Situado no centro da cúpula do planetário, os seus 104 projectores centrais e 18 projectores auxiliares conseguiam simular o mais perfeito céu, visível de qualquer ponto da superfície da Terra. 

 

Com a passagem para o sistema de projeção digital imersiva fulldome, inaugurado a 2 de junho de 2015, o projetor central foi retirado da cúpula, mas mantido em exposição no átrio do planetário.